Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 14, 2011

Algo que já me acostumei

Como sempre fui sozinha na vida, já to acostumada as pessoas me deixarem ao longo do tempo! E quando estou com alguém não quero perder essa pessoa por nada...ai vem o tempo e a tira de mim Ooo vida cruel! A solidão faz parte da minha vida... é algo tão ruin de sentir, parece que esquecem de você quando você mais precisa! Mas eu sei que logo passa...é uma angústia dolorida que nunca se cura, ela até para de doer por um tempo, mas logo volta.. pra me deixar assim novamente!

Situação paternal

Bem gurias, preciso desabafar, sinto um vazio dentro de mim, mas não é aquele que não tem nada...é aquele que tem mas é como se não estivesse. Tenho um pai, mas ele não é tão pai como gostaria de que ele fosse. Atencioso, prestativo...um Paizão! Eu considero ele um heróis, mas pelo o que ele viveu, os obstáculos que enfrentou para nos dar tudo do bom e do melhor. Ele é aquele tipo de pai italiano, ríspido, quieto. Ás vezes queria que ele fosse mais solto, que ele demontrasse sua preocupação, seu amor de pai. Mas acho que agora não tem mais concerto, ele já criou sua vida...ela já está completa. E eu fui criada desse jeito. Ele sempre foi presente na mesa, na parte finaceira...mas como pai de verdade...eu sinto falta! Mas fazê o que...tenho medo dele, por ser calado e quando abre a boca é só pra reclamar e chingar. Queria ter coragem de enfrentá-lo e perguntar, mas é isso que me intimida..o seu jeito de ser! Alguém de vocês tem um pai assim? Bjos...vivendo e aprendendo...

Alô, o que foi?

Deixou de acreditar?
Isto não!
Acreditar é como respirar.
Você não sente que o faz por todo o tempo.
Respirar é um sinal de vida.
Acreditar é torná-la possível!