Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 8, 2011

Desanimada

Nossa, a minha vida deu uma volta de 130 graus e junto com ela, o meu caráter também mudou!
 Eu não queria isso, mas to notanto essa mudança e prejudicando a minha família.
 Perdi a pasciência, aquele ânimo de viver que eu tinha antes. Estou mais responsável pelas minha obrigações e confusa...como sempre.
 Porque eu mudei tanto? eu só quero voltar a ser que eu realmente sou. Mas afinal, quem realmente eu sou??

 Como posso aconselhar os outros, se nem eu me entendo. Só quero uma luz nesse túnel que parece não ter fim.
 Caminhos da vida que me fortaleceram o meu ser interior, passei por tudo, até pela dor...mas só quero descobrir o que eu sou!
 Quero voltar a minha essêcia...quero ter mais paciência.
A vida muda quando nós mudamos e aprendemos com os nossos erros!!

Seja Você

"Seu tempo é limitado, então não percam tempo vivendo a vida de outro. Não sejam aprisionados pelo dogma - que é viver com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixe o barulho da opinião dos outros abafar sua voz interior. E mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. Eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário."
(Steve Jobs)

Vivo em Paz

Não tente me provocar, a sua raiva não me aborrece, só me preocupa, porque a raiva vai adoecer você...
Não procure me ofender, eu cresci o bastante pra não ter mais dúvida sobre mim mesma.
Não me chame pra briga, que eu não vou atender.
O meu tempo é precioso e nele não cabem desavenças.
Se você não gosta de mim e quer brigar, eu entendo, mas não conte comigo.
Eu estou ocupada sendo feliz.
Se você gosta de mim e quer brigar, eu não entendo, mas aceito...
Só presta atenção pra não me magoar. Isso, sim, me entristece.
Vamos deixar disso, então.
Já briguei muito, já magoei, já ofendi...
Mas não fiquei nem um pouquinho melhor com isso.
Venho me curando da vontade de brigar, desde que aprendi a calar.
Então, se você gritar, só vai escutar o meu silêncio.
Se seguir ofendendo, eu me retiro.
Se insistir na raiva, que pena...
Só você vai sofrer.
Ok, pode dar a última palavra, ganhe a disputa!
Eu não me importo de ceder a vez.
Eu escolho viver em paz.
Vamos deixar disso, então?


(Lena Gino)